Este mês nossa Coach de Carreira Lígia Picoli concedeu ao Diário da Região uma entrevista falando sobre alguns erros que podem comprometer, e muito, o seu currículo, colocando em risco a sua candidatura. Confira abaixo a matéria completa:
 
Fuja desses cinco erros na hora de fazer um currículo
 

Confira quais são os cinco erros mais comuns na hora de fazer um currículo
 

Fazer um currículo requer dedicação e muita atenção. Você pode até ter diversas competências e experiências profissionais invejáveis, mas o mercado de trabalho não ficará sabendo disso se essas informações não estiverem bem claras em seu currículo e no lugar certo. O que para muitos é apenas um papel, é na verdade o seu cartão de visita; a primeira impressão que a empresa terá de você.
 

Os recrutadores recebem centenas de currículos de candidatos sonhando com uma vaga de emprego. Então, é preciso estar atento a alguns detalhes para que seu currículo esteja entre os selecionados e não fique na fila ou vá direto para a lixeira.
 

Com a ajuda da Coach de Carreira – Especialista em Recolocação Profissional, Ligia Pícoli Rodrigues Lucas, o Diário listou os cinco erros mais comuns encontrados em currículos. Fique atento para que o seu não esteja com alguns desses erros. “O currículo deve despertar o interesse no entrevistador em querer agendar uma entrevista com o candidato. Quando este, comete erros, compromete as chances em ser chamado para uma entrevista e atingir mais rapidamente o objetivo de ser recolocado no mercado de trabalho”, explica.
 

Veja os 5 erros mais comuns na hora de fazer um currículo:
 

1 – Falta de contato: Pode parecer mentira, mas não é! Muitos candidatos esquecem de colocar nos dados pessoais o telefone ou e-mail para contato. O currículo pode até ser exatamente o que o entrevistador está buscando, mas não consegue localizar o candidato.
 

2 – Currículo colorido: Na tentativa de destacar um conhecimento específico, alguns candidatos usam cores, fonte e até imagem. Porém um currículo deve ser discreto, de preferência cor preta, letras tradicionais como “Ariel / tamanho 12”.
 

3 – Falta de objetivo: Muitos candidatos esquecem de colocar no currículo o objetivo. Devemos pensar que o entrevistador pode ter centenas de currículos para analisar e a falta de um objetivo no início do currículo pode levá-lo a não dar a atenção necessária para o restante do conteúdo.
 

4 – Escrever as qualidades e não os resultados: Muitos candidatos comentem esse erro. No campo Qualificação Profissional colocam suas qualidades e não seus resultados obtidos em experiências anteriores. Neste campo o profissional deve destacar frases que apontem seus resultados atingidos, podendo destacar inclusive percentuais (exemplo: aumento de 25% no faturamento anual) e não destacar qualidades, como sou atencioso, simpático, fácil relacionamento, etc, essas qualidades devem ser analisadas pelo recrutador.
 

5 – Esquecer de revisar o currículo: Na hora de montar um currículo pode acontecer de ter alguns erros de português ou digitação. Muitas vezes a gente lê, mas não consegue identificar o erro. O ideal é pedir para um amigo ou parente rever o currículo, este consegue visualizar erros que não estamos vendo.