Fibra RH

Blog


Sete armadilhas que você deve evitar numa entrevista de emprego.

Nossa Coach de Carreira Lígia Picoli concedeu entrevista ao Diário da Região falando sobre algumas armadilhas que todos nós devemos evitar quando estivermos em uma entrevista de emprego. Acompanhe essas sete dicas e fuja delas! 

Ser chamado para uma entrevista é um dos últimos passos para quem está em busca de um emprego. E esse, com certeza, é um dos momentos mais importantes de qualquer processo seletivo, afinal é quando o candidato estará frente a frente com o recrutador ou com seu futuro patrão. Se destacar dos demais é primordial nesse momento para garantir a tão desejada vaga. Mas assim como uma boa impressão pode te ajudar, o contrário pode te jogar para o fim da fila e te fazer perder a oportunidade.

Para te ajudar nessa missão de “se dar bem” em uma entrevista de emprego, o Diário conversou com a Coach de Carreira - Especialista em Recolocação Profissional, Ligia Pícoli Rodrigues Lucas, e listou algumas atitudes que você não deve ter na hora de uma entrevista profissional.

Veja sete atitudes que te prejudicam na hora de procurar um emprego:

1 – Redes Sociais

Logo depois de receber o currículo de um candidato, muitos recrutadores recorrem às redes sociais para saber um pouco mais do profissional. Que tipo de foto tem no Facebook, quais as publicações ele realiza, quantas conexões têm no Linkedin, tudo é analisado. Por isso, evite postar fotos com decote, com roupas muito curtas ou bebendo de maneira exagerada.

2 – Estude para a entrevista

Muitos candidatos vão para uma entrevista e ao terminar sentem que não tiveram uma boa performance. Ele pode ser excelente profissional, mas não estudou e não se preparou para ser entrevistado. É importante que você estude o conteúdo do que você quer transmitir e faça um roteiro do que irá falar. Foque em seus resultados profissionais, suas experiências e seja objetivo. Estude sobre suas competências, seja agradável, se relacione bem com as pessoas.

3 – Não pergunte o salário

O valor da remuneração é algo importante e muitos candidatos ficam tentados a perguntar já na primeira entrevista, mas a orientação é não fazer isso. Aguarde que a empresa vai falar ao final do processo seletivo. Encerre a entrevista agradecendo por estar ali e prepare-se para perguntar ao entrevistador se existe espaço para você fazer uma ou duas perguntas poderosas do tipo, quais serão os desafios do cargo ou quais perspectivas tenho neste setor.

4 – Erros de português

Tanto na elaboração do currículo (que pode te eliminar na primeira etapa do processo seletivo), na escrita (pois muitos processos aplicam uma redação antes de ser agendado a entrevista), quanto no primeiro contato pessoal com o entrevistador tome o máximo de cuidado com os erros de português. Eles com certeza vão te eliminar ou não do processo seletivo.

5 - Troca de emprego constante

Mudar muito de emprego pode fazer com que o recrutador pense “alguma coisa tem”. Se este for o seu caso, reflita sobre os motivos desses pequenos períodos em muitas empresas. É claro que muitas vezes é justificável, mas se não estiver sendo para você, repense se realmente vale a pena fazer novas mudanças.

6 - Atrasos e uso de celular

A boa pratica já dita para chegarmos a qualquer encontro 15 minutos antes, então evite chegar atraso em uma entrevista de emprego. Atrasos com certeza serão analisados e tidos como ponto negativo para você. Seguido a esta orientação, cabe ressaltar para evitar transtornos com o uso excessivo do celular. O ideal é que ele fique em modo avião ou desligado.

7 – Falar mal do emprego anterior

Seja cauteloso ao falar das empresas anteriores e de seus superiores, não mencione nomes a não ser que seja solicitado. O entrevistador pode ficar com a impressão de que você fara o mesmo se entrar na empresa pleiteada. Sairá falando mal dela também.